Filarmônica de Goiás homenageia Franz Joseph Haydn

Orquestra se apresenta nesta quinta, dia 18, no Centro Cultural Oscar Niemeyer

A Orquestra Filarmônica de Goiás realiza o segundo concerto de sua temporada 2019, nesta quinta-feira, dia 18, às 20h30, no Palácio da Música, no Centro Cultural Oscar Niemeyer (CCON), unidade da Secretaria de Cultura de Goiás (Secult Goiás). Sob a regência do Diretor Artístico da instituição, Neil Thomson, serão apresentadas as Sinfonias 2,3 e 4 de Haydn e a Sinfonia n.5 de Dvoràk.

O objetivo da Orquestra, ao longo de oito anos, é apresentar o ciclo completo das sinfonias de Franz Joseph Haydn, composto por cem obras. O austríaco é considerado como um dos mais importantes compositores do período clássico. Ele morreu aos 77 anos e passou, pelo menos, meio século trabalhando pela música. O segundo movimento de seu Quarteto “Imperador”, de 1797, foi posteriormente adotado como Hino Nacional da Alemanha.

Mozart era um grande admirador de seu trabalho, inclusive apelidando-lhe carinhosamente de “Pai de todos os compositores”. Haydn compunha cerca de três peças por semana e estima-se que sua obra reúna mais de 5.000 composições. Era conhecido entre seus contemporâneos pela sua personalidade tranquila e otimista. Tinha um apurado senso de humor, que pode ser apreciado em várias de suas músicas. Cada um dos vários artistas que pintaram a face de Haydn durante sua vida tentou deixar transparecer sua personalidade agradável, apesar de não se enquadrar nos padrões de beleza da época.

O maestro

Maestro Neil Thomson

O maestro Neil Thomson é o regente titular da Orquestra desde 2014. Versatilidade, ousadia e uma imensa vontade de construir um projeto musical de qualidade que beneficie toda a população goiana, sem distinção. Com esse objetivo, o consagrado maestro britânico Neil Thomson chegou a Goiás em 2014 e aqui permanece trabalhando arduamente para que a Filarmônica de Goiás se consolide como uma das principais orquestras do Brasil.

Neil é responsável pela programação das temporadas da Orquestra, pelo planejamento das atividades da instituição, pela seleção do repertório a ser executado e pela preparação dos músicos e musicistas. O maestro conferiu ao corpo sinfônico uma exímia qualidade artística.

Nascido em Londres em 1966, ele estudou violino e viola na Royal Academy of Music (1984-87) e regência com Norman Del Mar no Royal College of Music (1987-89). De 1992 a 2006, foi Regente Titular no Royal College of Music, sendo o maestro mais jovem a ocupar este cargo. Foi nomeado membro honorário do RCM em 1994 pelos serviços prestados à instituição.

Denilson Alves

Editor do Portal Nosso Goiás