10 fatos que todo doador de sangue precisa saber

No dia 25 de novembro, comemora-se o Dia Nacional do Doador de Sangue. A data tem como objetivo agradecer aos doadores de sangue pela ação de doar e busca sensibilizar a população para a importância da doação.

O mês de novembro foi escolhido por preceder um período de estoques baixos nos bancos de sangue. A proximidade das férias, de datas comemorativas de fim de ano, carnaval e outros períodos de feriados prolongados torna esse dia especialmente importante para promover o ato solidário e regular da doação de sangue, independente de se conhecer ou não pacientes que necessitam de transfusão.

Na semana do 25 de novembro, os serviços de hemoterapia de todo o país estão mobilizados em campanhas locais para o fortalecimento da doação de sangue. O sangue doado é utilizado para pessoas com doenças hematológicas variadas, câncer, pessoas que se submetem a cirurgias eletivas de grande porte e para emergências.

1. É preciso ter entre 16 e 69 anos de idade para ser doador de sangue. Menores de 18 anos devem ter tenham autorização do responsável legal. Idosos devem ter realizado pelo menos uma doação de sangue até os 60 anos;

2. Nada de jejum! É importante estar bem alimentado para doar sangue, evitando alimentos gordurosos, como açaí, abacate, leite e seus derivados (queijo, iogurte, manteiga…), massas, frituras, ovos, maionese, sorvete, chocolate, etc.,assim como beber bastante água desde o dia anterior à doação. Se preferir doar depois do almoço, aguarde duas horas após ter se alimentado. O almoço deve ser leve, com carnes grelhadas, saladas, arroz e feijão sem carnes; 

3. Não ingerir bebida alcoólica nas 12 horas anteriores à doação;

4. Em casos de gripe e resfriado, a pessoa deve aguardar sete dias após terminarem os sintomas para doar sangue. Caso a pessoa tenha tido conjuntivite ou diarreia, ela deve aguardar uma semana após a cura para doar. Em casos de extração dentária e tratamento de canal, a pessoa deve aguardar sete dias após o procedimento (verificar medicação);

5. O peso corporal mínimo determinado para a doação de sangue é de 50 kg, isso porque o volume total de sangue que corre no corpo humano é principalmente baseado no peso do indivíduo. Então, como a doação não pode ultrapassar 10% do volume de sangue total que a gente tem no corpo, quando a pessoa tem menos de 50kg aquele volume padrão da doação pode significar mais do que 10% – trazendo o risco de ela não se sentir muito bem, ou ter algum mal-estar durante ou após a doação de sangue. Então, é por segurança que existe a determinação que somente aqueles indivíduos com mais 50 kg de massa corporal façam a doação de sangue;

6. A pessoa que recebeu vacina de vírus ou bactéria mortos, toxóides ou recombinantes (por exemplo: poliomielite, difteria, tétano, meningite, coqueluche, pneumococo, cólera) deve aguardar por 48 horas antes de realizar a doação de sangue;

7. Não poderá doar se a pessoa foi submetida a transplante de órgãos ou de medula;

8. O volume total de sangue a ser doado não pode exceder 8 ml/kg de peso para as mulheres e 9 ml/kg de peso para os homens;

9. É preciso dormir pelo menos seis horas, com qualidade, na noite anterior à doação;

10. Seja sincero ao responder as perguntas feitas durante a triagem! Não omita informações importantes, pois disso depende a segurança do doador e do receptor. Se você quer realizar exames laboratoriais para verificar seu estado de saúde, não doe sangue, procure uma unidade básica de saúde próxima à sua residência.

Para mais informações, procure o hemocentro mais próximo de você (http://portalms.saude.gov.br/saude-de-a-z/doacao-de-sangue/hemocentros-no-brasil) e saiba mais sobre os critérios para doação de sangue no site do Ministério da Saúde em www.saude.gov.br/doesangue.

Denilson Alves

Editor do Portal Nosso Goiás