Região Centro-Oeste: Empresários do setor hoteleiro estão otimistas com gastos de turistas no verão

Pesquisa do Ministério do Turismo também identificou intenção de aumento na geração de emprego

Por Victor Maciel

Otimistas, empresários do Centro-Oeste esperam mais turistas para o verão. Crédito: Roberto Castro/MTur

Pesquisa realizada pelo Ministério do Turismo em outubro deste ano analisou a percepção dos empresários do ramo hoteleiro do país quanto ao desempenho e à perspectiva de seus estabelecimentos e de seus destinos. Na região Centro-Oeste, a Sondagem Empresarial mostrou que 36,8% esperam que os turistas gastem mais em suas viagens nos próximos quatro meses, período da temporada de verão 2020.

O estudo aponta ainda que 65% dos entrevistados pretendem investir em seu negócio até março do ano que vem e 36,6% esperam contratar mais funcionários. Além disso, 58,4% acreditam que a demanda pelos serviços ofertados irá aumentar e 58,3% projetam aumento no faturamento da empresa. Os empresários também se mostraram positivos em relação à expansão do turismo na região para os próximos seis meses: 32,4% acreditam que haverá aumento na rentabilidade do setor e 47% esperam crescimento na demanda pelo destino.

Para o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, os dados da Sondagem mostram os resultados alcançados após um ano de trabalho para o desenvolvimento do turismo. “O otimismo dos empresários é reflexo de uma série de ações feitas por este governo que proporcionaram um ambiente propício para investimento. Trabalhamos durante todos estes meses para melhorar a qualidade dos destinos e serviços turísticos a fim de atender aos turistas e a população. Tenho certeza de que a temporada de verão será um sucesso”, comemorou o ministro.

A pesquisa avaliou ainda o desempenho dos meios de hospedagem no terceiro trimestre de 2019 comparado com o mesmo período do ano passado: 28,2% dos empresários afirmaram terem empregado mais funcionários este ano, enquanto 34,4% identificaram crescimento no faturamento da empresa e 47% afirmaram que a demanda pelos serviços ofertados cresceu.

Além disso, 26,4% dos donos dos meios de hospedagem entrevistados alegaram crescimento na rentabilidade do setor de turismo no período de julho a setembro de 2019; 31,5% declararam aumento da demanda pelo destino e 30,6% afirmaram que os visitantes gastaram mais durante a viagem.

PESQUISA – A Sondagem Empresarial do Setor Hoteleiro no Brasil é realizada pela Subsecretaria de Inovação e Gestão de Conhecimento do Ministério do Turismo. São consultados empreendimentos de hospedagem de todos os portes, dentre os quais hotéis, pousadas, resorts e acampamentos turísticos. O objetivo é apurar as perspectivas dos empresários quanto ao desempenho de seus estabelecimentos e dos destinos onde estão inseridos. Acesse a pesquisa na íntegra AQUI.

Denilson Alves

Editor do Portal Nosso Goiás