Goiás: Estado prioriza atendimento online e agendamento para evitar aglomerações

“A única maneira que existe para combater a disseminação do novo coronavírus é ficar mais restritos. Não tem outro remédio!”, explica Ronaldo Caiado 

Sem medicamento específico para prevenir ou tratar o novo coronavírus, a única forma para evitar a disseminação da Covid-19 é a redução da interação social. O Governo de Goiás, para evitar a paralisação de todos os serviços, adotou uma série de medidas para impedir a aglomeração de pessoas em seus principais locais de atendimento ao cidadão.

O Estado está priorizando o uso de seus canais virtuais (aplicativos e sites) e o atendimento com agendamento prévio. Foi o que fizeram, por exemplo, o Vapt Vupt, Detran e o Ipasgo. “Nós não temos nada capaz de poder conter o coronavírus que não seja as pessoas não se locomoverem e não ficarem em ambientes com aglomerações”, explica o governador Ronaldo Caiado.

Nesse sentido, desde ontem, quarta-feira (18), as unidades do Vapt Vupt passaram a funcionar somente para atendimentos que tenham sido agendados previamente pelo portal www.vaptvupt.go.gov.br. E só será permitida a entrada do quantitativo de usuários que está marcado no exato horário para o atendimento. Os agendamentos respeitarão um espaçamento de meia hora, possibilitando que o ambiente interno da unidade permaneça sem aglomeração de pessoas.

Já o Detran limitou os atendimentos desde a última segunda-feira (16). A autarquia não faz o atendimento presencial para os serviços que estão disponíveis pelo site www.detran.go.gov.br ou pelo aplicativo DetranGO On. Os atendimentos na sede, Ciretrans ou Vapt Vupts passaram a ser exclusivos para transferência de propriedade, inclusão de veículo novo e liberação de veículos recolhidos ao pátio.

Além disso, o Detran também está com novas regras para a circulação de pessoas em seu prédio, que fica na Cidade Jardim, em Goiânia. A entrada será controlada para que só acesse a unidade o cidadão que esteja em atendimento. Não é permitida a entrada de acompanhante, e a triagem é feita na entrada do prédio. 

Para quem for à autarquia buscar serviço que esteja disponível on-line, os servidores irão orientar sobre o autoatendimento. Quem tiver dúvida sobre os serviços online poderá saná-la pelo telefone 154. Lembrando que os serviços não emergenciais, como agendamento de bancas teóricas e práticas, junta médica e junta técnica, foram temporariamente suspensos, visando resguardar a saúde dos candidatos. 

Igualmente, o Instituto de Assistência dos Servidores de Goiás (Ipasgo) está incentivando o uso de ferramentas digitais para acessar os serviços do plano de saúde. Como prevenção, também limitou o acesso ao prédio na Rua 90, no Setor Pedro Ludovico, em Goiânia.

Os usuários que buscarem serviços que não estiverem disponíveis on-line terão acesso ao atendimento presencial. Para os demais, serão oferecidas orientações sobre o autoatendimento. A triagem para o acesso à sede é feita logo na entrada. Além disso, o Ipasgo orienta os usuários a terem cautela ao circular com acompanhantes. Quem tiver dúvida pode entrar em contato pelo telefone 0800 62 1919

O Ipasgo ainda disponibilizou a coleta de material em domicílio para os testes de diagnóstico de Covid-19. Neste primeiro momento, os serviços serão prestados em todas as regiões do Estado em parceira com o laboratório Padrão. A medida visa facilitar o acesso aos usuários do plano e também desafogar as unidades de saúde. O atendimento em domicílio é realizado para os casos suspeitos que tenham pedido médico e preenchimento de formulário específico do Ministério da Saúde.

A Polícia Civil também adotou as ferramentas on-line para o atendimento à população. Por isso, os registros de ocorrências devem ser feitos pelo site www.raivirtual.ssp.go.gov.br. As exceções são os crimes mais graves, como homicídio, feminicídio, estupro, sequestro e cárcere privado, roubo e furto de veículos. A orientação da Polícia Civil é que mesmo para os casos que precisam ser presenciais, a população antes de ir até a delegacia, tente contato por telefone ou e-mail.

Uma lista com os contatos úteis, de acordo com cada região, está publicada no site www.policiacivil.go.gov.br. 

Com informações da Secretaria de Comunicação

Denilson Alves

Editor do Portal Nosso Goiás