Formação em Medicina: Os campos de atuação do profissional Dermatologista

Dermatologia Clínica e Preventiva

A pele é o maior e mais visível órgão do corpo humano. E os dermatologistas ajudam você a manter sua pele, cabelo e unhas saudáveis. Por se dedicarem exclusivamente aos cuidados com a pele, cabelos, pelos e unhas, os dermatologistas sabem a importância da pele saudável para uma vida saudável.  A Dermatologia Clínica e Preventiva é responsável pelo diagnóstico, prevenção ou tratamento das doenças e problemas que atingem a pele e seus anexos.

Onicologia

A onicologia é uma subespecialidade da dermatologia que se ocupa do diagnóstico e do tratamento clínico-cirúrgico das doenças que acometem a unidade ungueal. Dentre as doenças mais comuns dessa região estão a unha encravada, a onicomicose e as unhas frágeis. Existem doenças inflamatórias ungueais como a paroníquia, inflamação e infecção ao redor das unhas, psoríase e líquen ungueal. Todas estas alterações afetam o paciente em sua vida diária, muitas vezes por ser limitante, bem como interfere na sua autoestima. Muito importante são os tumores ungueais. Devemos estar atentos a manchas que surgem nas unhas com uma aparência simples e que pode significar doença grave como o melanoma, uma doença que deve ser diagnosticada em sua fase inicial pois trata-se de um tipo de câncer agressivo. Sendo assim, esta subespecialidade dentro da dermatologia é de extremo interesse tanto para médicos como para pacientes. Qualquer alteração das unhas, procure o seu médico dermatologista. 

Dermatologia Cosmiátrica

A cosmiatria é a área da medicina que estuda e trata da beleza de forma ampla, ética e profissional. A Dermatologia Cosmiátrica usa conceito de cosmiatria para realizar procedimentos e tratamentos que tenha como finalidade a manutenção da beleza e a melhora da aparência da pele e seus anexos. É importante salientar que procedimentos cosmiátricos são por definição procedimentos médicos. É um engano acreditar que esses procedimentos são simples, fáceis de realizar e livres de riscos. Escolher um dermatologista experiente e qualificado para realizar um procedimento cosmético é sempre muito importante. O dermatologista cosmiátrico, com seu conhecimento ímpar sobre as características da pele e seus anexos, poderá prescrever tratamentos clínicos para o envelhecimento, manchas e rugas etc. Esse profissional executa com habilidade e capacitação inúmeros procedimentos cosméticos, dentre os quais: aplicação de toxina botulínica, preenchimentos, laser para rejuvenescimento, peelings, tratamentos para cicatrizes de acne, depilação a laser, remoção de tatuagens. Os dermatologistas são pioneiros na realização de procedimentos cosméticos e desenvolveram ou aperfeiçoaram técnicas atualmente consagradas. É o caso do uso de preenchedores e toxina botulínica para rejuvenescimento facial, uso do laser para tratamentos cosmiátricos, peelings e outros.

Dermatologia Cirúrgica

A Cirurgia Dermatológica é uma área da Dermatologia que abrange todos os procedimentos realizados na pele ou no tecido subcutâneo. Lida com o diagnóstico e tratamento de questões clínicas ou estéticas relacionadas à pele, cabelos e unhas, por meio de técnicas cirúrgicas, cosmiátricas, oncológicas e reconstrutivas. Grande parte dos procedimentos mais conhecidos em Cirurgia Dermatológica é minimamente invasivo, requer apenas anestesia local e exige pouco tempo de recuperação. Porém no tratamento do câncer da pele, o fundamental é buscar a cura do paciente e, nesses casos, o dermatologista com formação na área tem habilidade e competência para realizar procedimentos cirúrgicos mais extensos, se necessário. Pode inclusive realizar imediatamente a correção estética do problema. O desenvolvimento de novas técnicas e tecnologias modernas tem ampliado a atuação do dermatologista nesses procedimentos cirúrgicos com melhores resultados e maior eficácia. Os dermatologistas que praticam a Cirurgia Dermatológica também são profissionais capacitados em procedimentos cirúrgicos especializados que envolvam a pele, mucosa e seus anexos. Alguns dos procedimentos realizados por esses profissionais são: biópsias; remoção de pintas, de cistos, lipomas, e tumores; além de correção de cicatrizes; realização de procedimentos com peelings e dermoabrasão; transplante de cabelo; cirurgia de unhas; procedimentos a laser; tratamento do câncer da pele com retalhos e enxertos para reconstrução; cirurgia oncológica micrográfica ou cirurgia de MOHS etc. Os profissionais da área são reconhecidos mundialmente por seu pioneirismo na realização e aperfeiçoamento de técnicas como cirurgia para tumores de pele com controle das margens, cirurgias a laser, anestesia tumescente para remoção de gordura localizada, técnicas inovadoras em transplante de cabelos e outras.A Cirurgia Dermatológica faz parte do currículo obrigatório do curso de especialização em Dermatologista. Isso significa que os especialistas são aptos a realizar os procedimentos mais importantes na área de cirurgia. Entretanto, alguns especialistas participam treinamentos adicionais e se tornam aptos a realizar procedimentos mais específicos, como é o caso de cirurgias oncológicas avançadas, da cirurgia capilar e de alguns tratamentos especiais.

Dermatologia Oncológica

O câncer da pele é o tipo de câncer mais frequente no Brasil. A Dermatologia Oncológica é responsável pelo diagnóstico, tratamento e prevenção deste tipo de câncer. É preciso saber reconhecer os primeiros sinais de alerta para o câncer da pele. O dermatologista é o profissional mais indicado para essa tarefa. Examinar periodicamente o corpo dos pacientes e identificar lesões suspeitas de câncer da pele, usando o diagnóstico por imagens, exames não invasivos, como o mapeamento corporal total e a dermatoscopia digital, são medidas usadas para mapear áreas e lesões suspeitas, mesmo aquelas que nem podem ser vistas a olho nu. Dessa forma, os pacientes podem ser monitorados com eficácia e segurança. Uma vez confirmado o diagnóstico, o dermatologista dispõe de todos os recursos para manejar tratamento da doença e encontrar a opção terapêutica cirúrgica, ou não, mais adequada para cada paciente. Ele prestará o suporte necessário e realizará as cirurgias e reconstruções. Como parte do seu papel social de prevenção do câncer da pele, cabe ao dermatologista orientar, educar e realizar campanhas que conscientizem sobre a exposição solar e outros temas correlatos. Sendo conhecedor das características da pele e do estilo de vida de seus pacientes, este profissional tem condições de indicar estratégias e produtos para fotoproteção que se adaptem ao perfil de cada um.

Por Sociedade Brasileira de Dermatologia

Denilson Alves

Editor do Portal Nosso Goiás