Unicamp: Olimpíada de História será totalmente online e realizada de setembro a outubro

Inscrições para participação no evento foram prorrogadas e seguem até o dia 7 de setembro, segundo os organizadores

Diante da pandemia de COVID-19, a 12ª edição da Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB), realizada pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), foi reformulada e será totalmente online, incluindo a final. As inscrições foram prorrogadas e seguem até dia 7 de setembro, mesmo com início marcado para 6 de setembro.

Etapa final da 11ª ONHB, realizada em 2019, no Ginásio Multidisciplinar da Unicamp

O encerramento está previsto para 30 de outubro e, em 22 de novembro, serão divulgados os medalhistas. A edição, que ocorreria no primeiro semestre deste ano, foi adiada por causa da pandemia. Diante disso, a comissão organizadora realizou mudanças para viabilizar o projeto e facilitar ao máximo a participação dos estudantes, incluindo aqueles com acesso restrito à internet.

A coordenadora da ONHB e professora do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Unicamp, Cristina Meneguello, explica que a competição tradicionalmente ocorre de forma online, com apenas a fase final presencial, para os finalistas. No entanto, neste ano, essa fase está impossibilitada por questões de segurança diante da enfermidade.

“Nós buscamos alternativas para manter esta edição, pois sabemos das expectativas dos participantes e da contribuição que a ONHB tem no ensino de História, especialmente em um momento em que aprendizagem está comprometida. Além disso, a Olimpíada é um instrumento de ensino para o vestibular e Enem [Exame Nacional de Ensino Médio]”, afirmou ao Portal da Unicamp.

Adaptação

Para isso, a plataforma da prova foi adaptada para uma tecnologia que facilita a navegabilidade pelo celular e reduz, ao máximo, o uso de dados. Os participantes também poderão realizar a prova de forma offline e usar a internet somente para fazer o envio das respostas.

Também houve alteração nas fases: cada etapa terá a duração de sete dias corridos para que as equipes possam usar os finais de semana para responder às questões. Ao todo, serão sete fases, sendo que a primeira – chamada de “fase zero” – terá caráter experimental e de treinamento para que os alunos se adaptem ao novo formato. A prova também será mais enxuta, com três questões a menos.

Fases e grande final

A competição terá a mesma dinâmica: podem participar equipes compostas por um professor de História e três alunos dos 8º e 9º anos do Ensino Fundamental e todos os anos do Ensino Médio, de escolas públicas e particulares. Nas fases 0 a 4, os participantes deverão responder questões de múltipla escolha e realizar uma tarefa.

Nas fases 5 e 6, as equipes realizarão uma tarefa e corrigirão de outros grupos, respectivamente.  Após essas etapas serão divulgados os finalistas e a escolha dos medalhistas será determinada por uma avaliação da tarefa da fase 5, feita pelos elaboradores da ONHB (professores, doutorandos e pós-doutorandos da Unicamp).

O anúncio dos medalhistas, realizado tradicionalmente em uma grande final em Campinas, será feito por meio de um vídeo publicado nas redes sociais da ONHB. Haverá, no mínimo, 400 equipes finalistas – o dobro dos anos anteriores -, com distribuição de 20 medalhas de ouro, 30 de prata e 40 de bronze. As medalhas e brindes – como camisetas – serão enviadas às escolas.

Calendário

Inscrições: até 07/09/2020
Valores: R$ 58 por equipe de escolas públicas e R$ 118 por equipe de escolas particulares

Fases:

– Fase Zero: 06/09/2020 a 12/09/2020
– 1ª fase: 14/09/2020 a 20/09/2020
– 2ª fase: 22/09/2020 a 28/09/2020
– 3ª fase: 30/09/2020 e finaliza no dia 06/10/2020
– 4ª fase: 08/10/2020 a 14/10/2020
– 5ª fase: 16/10/2020 a 22/10/2020
– 6ª fase: 24/10/2020 a 30/10/2020
– Final (divulgação dos medalhistas): 22/11/2020

Portal Gov SP

Denilson Alves

Editor do Portal Nosso Goiás