Agosto Dourado celebra e incentiva o aleitamento materno

Tema da campanha  “Apoie o aleitamento materno por um planeta saudável” destaca o impacto da alimentação infantil no meio ambiente

O Hospital Estadual Materno-Infantil Dr. Jurandir do Nascimento (HMI) vai promover, no dia 5 de agosto, um evento com as gestantes e puérperas internadas na unidade do Governo de Goiás, para lembrar o Dia Mundial da Amamentação, comemorado em 1º de agosto.

A celebração se estende com a Semana Mundial do Aleitamento Materno e por todo o mês do Agosto Dourado, no intuito de incentivar a amamentação no Brasil e no mundo. Este ano, o lema da campanha  “Apoie o aleitamento materno por um planeta saudável” se concentrará no impacto da alimentação infantil no meio ambiente.
 
Referência em Goiás, o HMI abriga o Banco de Leite Humano (BLH), que promove a saúde da mulher e da criança com o incentivo ao aleitamento materno, que garante o primeiro alimento da vida. É por meio do leite materno que o corpo se desenvolve e é fortalecido, para que as mais variadas doenças sejam prevenidas.

Por isso, o BLH do Materno-Infantil disponibiliza leite humano para recém-nascidos prematuros e de baixo peso. Além disso, promove  informação sobre os benefícios do leite materno e reforça o quanto esse ato de amor é essencial no desenvolvimento da criança.

Na comemoração do dia 5, o HMI promoverá apresentação de vídeo com o lema da campanha, exibição de vídeo do Ministério da Saúde sobre amamentação, tira-dúvidas com profissional da saúde, distribuição de máscaras e enxoval. “Nosso foco é divulgar ao máximo a importância do aleitamento materno e ajudar as mães que enfrentam dificuldades”, explica a coordenadora do Banco de Leite Humano do HMI, Renata Leles.
 
Banco de Leite

O Banco de Leite do HMI estimula o aleitamento materno desde quando foi fundado, há 31 anos, e é abastecida com doações de mães com excedente de leite, que realizam a doação no próprio local ou armazenam o produto em casa. Para coletar o material, o BLH conta com o apoio do Corpo de Bombeiros Militar de Goiás, que disponibiliza veículo e profissionais de apoio. As profissionais vão até as residências das doadoras e, além de coletar o leite, fazem um trabalho de orientação às mães.

Após a coleta, o leite é analisado e pasteurizado para que fique em condições sanitárias de consumo. O leite é então congelado, podendo ficar armazenado por seis meses. O BLH é pioneiro na realização de atividades voltadas para a conscientização da importância do aleitamento materno e da doação de leite, o que contribui com a certificação de Hospital Amigo da Criança, concedida por meio da Iniciativa Hospital Amigo da Criança, idealizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelo Unicef.

SES-Goiás

Denilson Alves

Editor do Portal Nosso Goiás