Agehab confirma edital para novas moradias, até o fim do mês, em residencial de Aparecida de Goiânia

Construção de 208 apartamentos conta com recursos no valor de R$ 2,7 milhões do Governo de Goiás.

Empreendimento está com 90% de execução e entrega está prevista para março. Edital de seleção para 83 unidades referentes à participação do Estado no residencial está em fase de preparação. O empreendimento já está com 90% de execução 

Apartamentos são de 46 metros quadrados, com dois quartos, banheiro, sala e cozinha integrada. Famílias beneficiadas devem ter renda até R$ 1,8 mil

O presidente da Agência Goiana de Habitação (Agehab), Lucas Fernandes, visitou nesta terça-feira (05/12) o canteiro de obras do Residencial Agenor Modesto, em Aparecida de Goiânia. Com 208 apartamentos, o empreendimento já está com 90% de execução e a previsão de entrega é para março deste ano. Durante a visita, Lucas Fernandes confirmou que o edital para as 83 moradias referentes à participação do Governo de Goiás no residencial está em fase de preparação para ser lançado ainda este mês.

Serão contempladas com as moradias famílias com renda de até R$ 1,8 mil e com vínculo de no mínimo cinco anos com o município de Aparecida de Goiânia. A seleção para os outros 60% dos apartamentos é de responsabilidade da prefeitura, que doou o terreno.

O empreendimento é fruto da parceria entre o Governo de Goiás, por meio da Agehab, e governo federal, por meio da Caixa Econômica Federal. O valor da obra é de R$ 18,8 milhões, sendo o investimento federal de R$ 16,1 milhões e o estadual de R$ 2,7 milhões.

Os apartamentos são de 46 metros quadrados, com dois quartos, banheiro, sala e cozinha integrada, área de serviço e varanda. A área comum conta com uma vaga de estacionamento, quadra poliesportiva, salão de festas, churrasqueira e playground.

O lote foi doado pela Prefeitura de Aparecida, com 16,6 mil metros quadrados. São mais de 12,5 mil metros quadrados de área construída, com 13 blocos, com quatro apartamentos por andar.

De acordo com o presidente da Agehab, essa junção de esforços entre os governos federal, estadual e municipal viabilizou o empreendimento, que havia sido proposto em 2014 e contratado em 2018. A maior parte dos recursos para a execução da obra foi liberado pela atual gestão.

Contratadas pelo Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), operacionalizado pela Caixa Econômica Federal, as moradias atendem famílias na faixa 1 de renda, do antigo Programa Minha Casa, Minha Vida, substituído pelo Casa Verde e Amarela, com parcelas que variam de R$ 80,00 a R$ 270, em financiamento de dez anos junto à Caixa. “Estamos acompanhando de perto todas as obras em andamento, aportando os recursos necessários para viabilizar a construção e exigindo celeridade das construtoras. O governador tem destacado a importância da construção civil na retomada da economia e não mede esforços para que famílias sejam beneficiadas e empregos sejam gerados com construção de moradia”, relata Lucas Fernandes.

Investimentos em Aparecida

O Governo de Goiás investe na construção de moradias para beneficiar mais de 1.100 famílias em Aparecida de Goiânia. Além do Residencial Agenor Modesto, estão em construção no município 900 apartamentos na Chácara São Pedro, obra federal que estava paralisada e foi retomada graças à parceria do Governo de Goiás. O aporte do Estado é no valor de R$ 4,5 milhões para concluir o empreendimento aguardado pelas famílias desde 2013.

Outra importante ação da Agehab em Aparecida é a destinação de R$ 15 milhões para ações de regularização fundiária plena no Madre Germana. O recurso havia sido devolvido à União pela administração anterior por falta de gestão e foi recuperado pelo Governo Ronaldo Caiado. Além da entrega de escrituras, a regularização prevê construção de equipamentos públicos como escolas, praças e Cmeis, além de obras de infraestrutura.

Fonte: Agehab

Denilson Alves

Editor do Portal Nosso Goiás