Integração: PM e PC prendem suspeito de estupros e roubos, em Goiânia

Em um dos casos, o indivíduo tentou estuprar funcionárias de um salão de beleza. Uma das vítimas chegou a pular da sacada para fugir e sofreu lesões graves. O homem é investigado ainda por outros dois crimes.

O indivíduo era alvo de mandado de prisão preventiva e estava sendo procurado pela Polícia Civil, após ampla investigação da 2ª Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher da capital

Na tentativa de estuprar funcionárias de um salão de beleza, no dia 29 de janeiro, uma das funcionárias pula do 1º andar, para tentar fugir e pedir ajuda

Policiais militares da Rotam prenderam nesta quarta-feira (17/02), em Goiânia, um homem, de 22 anos, suspeito de cometer roubos, estupros e tentativa de estupros. O indivíduo era alvo de mandado de prisão preventiva e estava sendo procurado pela Polícia Civil, após ampla investigação da 2ª Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher da capital. Ao menos três crimes atribuídos ao suspeito são apurados.

Um dos casos foi registrado no dia 29 de janeiro deste ano, no setor Parque Oeste Industrial.  Na ocasião, o suspeito invadiu um salão de beleza e, além de levar pertences do local, tentou estuprar duas funcionárias do estabelecimento. Uma delas, Juliane Lacerda, de 36 anos, chegou a pular do 1º andar, para tentar fugir e pedir ajuda. A vítima sofreu graves lesões e ficou internada duas semanas no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo).

A Polícia Civil conseguiu identificar o homem por meio de imagens de câmeras de segurança e com a análise de objetos deixados por ele no local do crime. “Além das imagens dele fugindo, ele deixou cair o celular dele no local e a bicicleta usada para fugir. Pedimos a perícia e o Instituto de Criminalística conseguiu obter as digitais dele na bicicleta deixada”, afirmou a delegada Cássia Sertão, responsável pela investigação.

Durante a apuração, os policiais descobriram que, no mesmo dia, o suspeito teria ainda tentado roubar outro estabelecimento, próximo ao salão de beleza. Ele ainda é investigado por um estupro cometido contra uma jovem na última segunda-feira (15/02), no Jardim América. “Ele entrou, estuprou inicialmente a vítima, saiu a procura de objetos de valor e novamente a estuprou. Ela passou pelo Instituto Médico Legal e o perito constatou que houve violência sexual”, afirmou.

Ainda de acordo com a delegada, o homem é considerado de alta periculosidade e possui diversos antecedentes criminais. Atualmente, ele era monitorado por tornozeleira eletrônica. “Esse suspeito já tinha passagem pelo crime de roubo e porte ilegal de arma de fogo, já havia, inclusive, sido preso. Ficou anos no sistema prisional e está em regime semiaberto desde outubro do ano passado”, ressaltou.

Nesta quarta-feira, além do cumprimento do mandado de prisão em aberto, o homem foi ainda autuado em flagrante, pelo estupro praticado no início da semana. “Ele foi ouvido na delegacia, confessou os roubos e negou os estupros. Mas está bem claro, já que os objetos dos roubos do salão de beleza e no outro, no Jardim América, foram apreendidos”, destacou a delegada. O suspeito foi submetido a exame de corpo de delito e encaminhado à unidade prisional, onde segue à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: SSP-GO

Denilson Alves

Editor do Portal Nosso Goiás