Alfabetizando com a biografia do Ziraldo: Plano de aula para o Ensino Fundamental I

Saiba como utilizar a história do autor para ensinar a escrever e ler

Por Professora Iracema Mendes Santos Alves / Instituto Claro

Área do conhecimento: Língua Portuguesa / Nível de Ensino: Ensino Fundamental I

Conteúdos

– Leitura
– Produção de texto
– Nome próprio
– Gênero textual – biografia
– Parte de um texto – parágrafo
– História da vida de um autor
– Diferenças entre biografia e autobiografia

Objetivos

– Conhecer o gênero textual biografia
– Escrever e ler
– Reconhecer os nomes próprios
– Conhecer a história do escritor Ziraldo, criador de vários personagens, como por exemplo: O menino Maluquinho

1ª Etapa: Início de Conversa

Reúna os alunos em círculo e pergunte se eles conhecem o personagem Menino Maluquinho.

Explique que conhecerão um pouco da história da vida de Ziraldo por meio de um trecho da sua biografia, e que seu nome ZIRALDO vem da combinação dos nomes de sua mãe, Zizinha, com o de seu pai, Geraldo: assim surgiu o Zi-raldo, um nome único.

Explique que biografia é a história da vida da pessoa desde o nascimento.

Apresente a biografia sugerida (disponível no item 3 da seção Materiais Relacionados), destacando com caneta marca-texto o trecho a ser trabalhado:

“Ziraldo Alves Pinto nasceu no dia 24 de outubro de 1932, em Caratinga, Minas Gerais. Começou sua carreira nos anos 50 em jornais e revistas de expressão, como Jornal do Brasil, O Cruzeiro, Folha de Minas etc. Além de pintor, é cartazista, jornalista, teatrólogo, chargista, caricaturista e escritor.”

2ª Etapa: Leitura e identificação das características que compõem uma biografia

Com os alunos ainda em roda, entregue uma folha com a atividade preparada: trecho da biografia e a foto do Ziraldo. Peça para que os alunos leiam todos juntos em voz alta. Nesse momento o importante é o estímulo a leitura (você pode ajudar lendo também). Em seguida leia novamente e solicite que os alunos acompanhem a leitura em silêncio, pois assim poderão compreender o conteúdo e reconhecer as palavras.

Pergunte aos estudantes se eles conseguem identificar no texto o nome do autor, o local, a hora e a data do nascimento. Conforme suas repostas, anote em uma cartolina e acrescente um título, que pode ser sugerido por eles, exemplo: A Vida de Ziraldo. Explique que todos os dados que conseguiram levantar e registraram no cartaz, são as características que precisam existir em uma biografia.

3ª Etapa: Escrita e autobiografia

Proponha aos alunos que criem suas próprias biografias em uma atividade. Prepare uma folha com espaço para o texto e para que colem fotos que podem ser solicitadas aos pais (caso solicitar as fotografias não seja viável, é possível pedir aos alunos que desenhem a si mesmos). Explique a eles que a biografia é um texto onde alguém escreve a história da vida de uma pessoa. E que a autobiografia é o que eles vão fazer, escrever sua própria história/biografia.

Oriente os alunos a utilizarem as informações escritas no cartaz para criarem sua autobiografia, e que podem acrescentar outras informações do tipo: o que mais gostam de fazer, o que gostam ou não de comer, que tipo de talento possuem, se praticam algum esporte, se têm irmãos etc.

4ª Etapa: Nome próprio

No quadro branco ou de giz, peça para que os alunos escrevam bem grande o nome do Ziraldo e relembre como surgiu esse nome. Solicite a eles, um de cada vez, que escreva parte do nome de suas mães e parte dos nomes dos seus pais (ajude os que não conseguirem escrever sozinhos), para que descubram como seriam seus nomes. Aproveite o ensejo para explicar o que é um nome próprio. Depois, peça a eles que escrevam, em um retângulo de papel que será entregue pelo professor, o nome deles e, embaixo, o nome que construíram a partir da junção dos nomes do pai e da mãe.

5ª Etapa: Exposição e apreciação

Monte uma exposição na sala de aula com o resultado obtido de cada aluno, o texto autobiográfico com a foto ou desenho, e o retângulo de papel que contém o nome do aluno e o nome que obtiveram unindo parte do nome se seus pais e mães.

Deixe as produções em exposição até que todos tenham sido estimulados a ler a autobiografia dos colegas. A apreciação ajudará no processo da leitura e também na valorização das produções como resultado final.

6ª Etapa: Leitura em casa

Sugira aos alunos e seus pais ou responsáveis a leitura de alguns títulos do Ziraldo:

– O Bichinho da Maçã
– O Menino Maluquinho
– Flicts

Oriente-os a ler um pouco por dia, assim como no trecho do texto trabalhado em sala de aula, para que não se cansem e que sejam estimulados a querer ler para acompanhar a história até o final. Assim, oriente os pais também a realizarem esse combinado em casa, estipulando que leiam uma ou duas páginas por dia.

Como puderam perceber, para a realização deste trabalho, é necessária a pesquisa dos links sugeridos e uma organização prévia dos materiais necessários: impressão, folha para a atividade e retângulos de papel. Além disso, é necessário determinar, antecipadamente, qual o lugar para a exposição dos trabalhos das crianças, já que a apreciação será de suma importância para que sejam incitados a continuidade da leitura das produções dos amigos.

Bom trabalho!

Materiais Relacionados

1 – Acesse o link para conhecer mais sobre o gênero textual biografia 
2 – Para saber mais sobre nomes próprios, acesse o site
3- Se você quiser informações sobre Ziraldo, veja a matéria 

Arquivos anexados

  1. Plano de aula Alfabetizando com a biografia de Ziraldo

Por institutoclaro.org.br

Denilson Alves

Editor do Portal Nosso Goiás