Saiba o que é eletrocardiograma e como se preparar para fazê-lo

Você sabe o que é um eletrocardiograma (também chamado de ECG)? De modo simplificado, eletrocardiograma é um exame muito importante para a detecção de uma série de doenças do coração. Mas como ele funciona? O que ele faz?

PUBLICADO POR HOSPITAL ISRAELITA ALBERT EINSTEIN 

Essas são algumas das perguntas que serão respondidas ao longo de nossa conversa! Agora, você descobrirá o que faz um eletrocardiograma e qual é a sua importância como exame preventivo e, claro, de acompanhamento para o tratamento de muitas enfermidades.

Por isso, não se preocupe! Se o seu exame está agendado ou se você tem dúvidas sobre o assunto, continue a leitura e aprenda bastante sobre o eletrocardiograma. Vamos lá?

O que é um eletrocardiograma?

O eletrocardiograma é um exame não invasivo (ou seja, no qual não é feito nenhum tipo de corte ou procedimento mais complexo no paciente) e indolor. O seu funcionamento ocorre a partir da medição, de modo simplificado, de correntes elétricas emitidas pelo músculo cardíaco.

Sendo assim, o que o eletrocardiograma faz é gravar as informações elétricas que o coração emite, de acordo com as suas batidas, e transcrevê-las para a tela ou papel. Esse é o exame que nos dá aqueles “risquinhos” característicos e tão conhecidos por todos!

Para que serve o eletrocardiograma?

A partir daqueles gráficos, o cardiologista consegue interpretar uma série de dados e obter informações importantes sobre o funcionamento do coração de seu paciente. Os traços obtidos em um eletrocardiograma comum são bem característicos e qualquer alteração no ritmo cardíaco é facilmente percebida por um profissional experiente a partir do exame.

Por isso, o ECG é um importante teste para detectar anormalidades como arritmias e verificar os motivos pelos quais alguém apresenta batimentos irregulares. Também serve para fazer a contagem de quantas vezes o coração bate por minuto, descobrir os padrões dessas batidas e muito mais.

Esse tipo de informação é crucial para investigar possíveis problemas no coração e, até mesmo, para que o médico possa prescrever medicações que não afetem essa função vital. Sendo assim, o eletrocardiograma é um teste de rotina que pode ser muito útil para garantir a qualidade de vida e o bem-estar do paciente.

Como o exame ECG é feito?

Ao chegar no local do exame, o paciente precisará remover a parte de cima de suas roupas e se deitar confortavelmente. A partir daí, será colocado um gel (como os utilizados em ultrassonografias) na região torácica e, acima dele, eletrodos são posicionados. Eles não machucam e nem mandam correntes elétricas para o corpo do paciente, ou seja, não dão choque, apenas captam as mensagens que o coração emite naturalmente.

Quando é necessário fazer um eletrocardiograma?

Como podemos ver, o ECG é um exame superútil para diagnosticar e acompanhar diversas doenças do coração, não é mesmo? Por isso, ele pode ser recomendado quando o paciente apresenta sintomas como:

  • dor no peito;
  • sensação de compressão ou queimação no tórax;
  • desmaios frequentes;
  • falta de ar;
  • cianose (mucosas, como os lábios, e pontas dos dedos arroxeadas);
  • palpitações no coração;
  • batimentos cardíacos acelerados;
  • tontura frequente.

No entanto, isso não é tudo. Pessoas que estão em risco de desenvolver doenças cardíacas — como pacientes que fumam, que têm colesterol alto, que estão acima do peso, que são diabéticos ou que têm histórico familiar desse tipo de problema — também podem fazer eletrocardiogramas de rotina com o objetivo de verificar se está tudo bem com seus corações.

Por fim, o eletrocardiograma também é um exame comum a ser feito antes de uma cirurgia cardíacaou como teste antes de qualquer outro procedimento cirúrgico, sendo uma importante ferramenta para garantir que o protocolo de anestesia seja devidamente personalizado!

Como se preparar para fazer um eletrocardiograma?

O exame de eletrocardiograma é bastante simples e não requer grandes preparos antes de sua realização. No entanto, alguns cuidados podem fazer com que tudo corra muito melhor e o resultado seja satisfatório!

  • O primeiro passo é se alimentar normalmente antes do exame. Você também pode ingerir líquidos à vontade, mas bebidas alcoólicas não são recomendadas. Afinal, elas podem alterar o ritmo de seus batimentos e fazer com que o resultado seja inconclusivo. Sendo assim, siga a sua rotina normalmente, sem álcool;
  • Outra dica é o uso de roupas leves e confortáveis, que possam ser removidas com facilidade, já que o paciente precisará tirar a blusa na hora do exame. As mulheres podem optar por tops feitos apenas de tecido, dos que são utilizados em academias, sem qualquer tipo de fecho metálico;
  • Agora, uma dica para os homens: fazer uma depilação no peito antes do exame pode ser uma boa pedida. A região precisa estar sem pelos para que os eletrodos possam ser grudados na pele;
  • E uma recomendação para todos os gêneros: tome um bom banho antes de fazer o exame e seque sua pele com muito cuidado. Evite o uso de cremes hidratantes ou qualquer tipo de produto que possa interferir com o modo que os eletrodos entram em contato com a pele;
  • Por fim, informe ao profissional responsável sobre as medicações que você usa antes de o exame começar. Assim, ele poderá fazer uma anotação que será observada pelo médico quando o laudo chegar em suas mãos.

E depois do exame? Quais são os cuidados necessários?

Por ser um exame muito tranquilo e sem qualquer teor invasivo, não há cuidados especiais que devem ser tomados após a sua realização. Ao término do teste, os eletrodos serão removidos, a pele do paciente é devidamente higienizada e ele é liberado.

As atividades corriqueiras podem ser retomadas no mesmo momento. O ECG não utiliza sedação ou nenhum tipo de medicação para ser realizado.

Gostou de conhecer mais sobre o eletrocardiograma? Agora que você já tem todas essas informações, não há mais desculpas para evitar esse tipo de teste, certo? Agende o seu exame o quanto antes e converse com o seu cardiologista sobre as eventuais dúvidas!

Por vidasaudavel.einstein.br

Denilson Alves

Editor do Portal Nosso Goiás