Saúde e qualidade de vida: Saiba tudo sobre banho de sol e os bebês

Banho de sol: bebê pode tomar sol? Quais os benefícios? Qual o melhor horário? Como proteger o bebê do sol? Pode usar protetor? Vamos descobrir agora!

Conteúdo produzido pelo Hospital Israelita Albert Einstein

Por Dra. Romy Schmidt Brock Zacharias, Coordenadora Médica da equipe de Neonatologia do Hospital Israelita Albert Einstein / CRM SP: 94 608

A pele é um órgão muito importante na defesa do organismo contra agressões externas, sejam elas infecciosas, químicas, térmicas ou tóxicas. O bebê possui uma pele extremamente delicada e é necessário ter cuidado. Passear ao ar livre, no parque, na praia ou na rua é permitido, desde que o bebê esteja adequadamente protegido, pois os raios ultravioletas podem trazer malefícios à saúde.

Durante muito tempo foi recomendado o banho de sol diário para os bebês para aumentar a produção de vitamina D ou diminuir a icterícia em recém-nascidos. No entanto, hoje se sabe que a vitamina D deve ser suplementada pela boca e que a icterícia é tratada com equipamento de fototerapia.

Até os seis meses de idade, o bebê não deve ser exposto diretamente ao sol e, nesta faixa de idade, não é permitido o uso protetor solar. Pode-se, contudo, receber o sol de forma indireta e passear protegido por protetores mecânicos, como guarda-sóis, chapéus, roupas , óculos e pela sombra da capota do carrinho.

Após os seis meses de idade, a exposição solar direta ainda deve ser controlada. O melhor horário para a exposição solar é antes das 10 horas e depois das 16 horas, período em que a radiação ultravioleta é menor. O protetor solar pode ser usado e deve ser passado pelo menos 20 minutos antes da exposição solar e reaplicado a cada duas horas ou após entrar na água.

Se você planeja dar uma voltinha com o seu filho, evite a exposição no horário de pico da radiação ultravioleta (entre 10 e 16 horas), procure abrigo na sombra, mantenha-o hidratado, use roupas e acessórios (chapéu e óculos) adequadas à estação do ano. Películas nos vidros do carro podem, ainda, conferir proteção extra contra a radiação ultravioleta.

As atividades ao ar livre fazem parte de uma infância saudável e devem ser estimuladas, porém, adverte-se que mesmo em dias nublados, os cuidados gerais e o uso do protetor solar faz-se necessário. O Brasil, por ser um país tropical, recebe altos índices de radiação ultravioleta durante todo o ano.

Siga as orientações do seu pediatra e proteja a sua família!

Fonte: vidasaudavel.einstein.br

Denilson Alves

Editor do Portal Nosso Goiás