19 de abril de 2024
ArtigosNoticia e políticaSaúde e comportamento

Dia Mundial da Obesidade

O Dia Mundial da Obesidade, marcado em 4 de março pela Organização Mundial da Saúde (OMS), destaca a necessidade urgente de disseminar o conhecimento sobre essa condição e enfrentar o estigma social associado a ela. Em meio a uma pandemia global, a importância desse dia se torna ainda mais relevante.

De acordo com os dados mais recentes da OMS, divulgados em 2022, aproximadamente 1 bilhão de pessoas em todo o mundo são consideradas obesas. Essa estatística alarmante inclui 650 milhões de adultos, 340 milhões de adolescentes e 39 milhões de crianças.

A prevalência global da obesidade quase triplicou entre 1975 e 2016, segundo o Observatório Global de Saúde da OMS, e as projeções indicam um contínuo aumento em grande parte dos países, incluindo aqueles com economias de baixa e média renda. Essa escalada levou a obesidade a ser reconhecida como uma pandemia, embora seu impacto e disseminação tenham sido menos imediatos do que outras crises de saúde pública, como a pandemia de H1N1 em 2009 ou a pandemia de COVID-19.

A definição da OMS estabelece que a obesidade é caracterizada pelo excesso de gordura corporal, em uma quantidade que representa riscos à saúde. Embora não haja um critério universal para determinar a obesidade com base no peso, uma pessoa é considerada obesa quando seu Índice de Massa Corporal (IMC) é igual ou superior a 30 kg/m2. Por outro lado, a faixa de peso normal varia entre 18,5 e 24,9 kg/m2.

Embora cada caso seja único, é essencial buscar orientação médica ao suspeitar de problemas de peso que possam afetar a qualidade de vida. O tratamento da obesidade geralmente envolve a adoção de hábitos alimentares saudáveis, com redução da ingestão calórica e aumento da atividade física, além do possível uso de medicamentos específicos. Vale ressaltar que a intervenção medicamentosa deve ser complementar a uma abordagem centrada na alimentação equilibrada e na prática regular de exercícios físicos.

Em casos mais graves, como aqueles em que o risco à saúde é significativo, pode ser recomendado o tratamento cirúrgico, como a cirurgia bariátrica. No entanto, é fundamental reconhecer que o sucesso a longo prazo no controle da obesidade requer um compromisso contínuo com a manutenção de hábitos saudáveis e uma abordagem multidisciplinar que inclua o acompanhamento médico regular.

O Dia Mundial da Obesidade também serve como um chamado à ação para promover soluções práticas que facilitem o acesso a alimentos saudáveis e incentivem a prática regular de atividades físicas. Embora seja um desafio enfrentar questões sociais complexas, como a disponibilidade e o custo de alimentos ultraprocessados, é essencial adotar medidas que promovam um estilo de vida mais saudável para todos. Isso inclui priorizar alimentos frescos e minimamente processados, bem como encontrar oportunidades para incorporar atividades físicas ao dia a dia, independentemente das limitações individuais.

Por meio da conscientização e do compromisso com a mudança, podemos avançar na luta contra a obesidade e promover uma sociedade mais saudável e equitativa para todos.

José Israel Sánchez Robles é médico intensivista e nutrólogo


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *