15 de abril de 2024
EsportesNoticia e política

Renam “Problema” foi presença no NP FIGHT 21, para uma noite de 6 cinturões em jogo

Aconteceu no último sábado(16), no Ginásio Rio Vermelho em Goiânia, uma noite de combates de boxe, MMA e Grappling, no NP FIGHT 21.

O evento contou com uma variedade de lutas amadoras e profissionais, além de disputas de cinturão.

Disputas de MMA

A luta principal da noite foi a disputa pelo cinturão de MMA na categoria de 77 kg, onde Rafael “Koncreto” recuperou seu título após uma pausa em sua carreira. Enfrentando o adversário Júnior Santos de Conceição do Araguaia, Rafael “Koncreto” conquistou a vitória por nocaute aos 2m9s do 2º round.

Outro cinturão de MMA em disputa foi na categoria de 66 kg , onde João Pedro “Jotapê”, do Distrito Federal, enfrentou Izaias “Tratorzinho”, atleta do Pará. “Jotapê” venceu por nocaute técnico em 2m14s do 1º round.

Títulos de Boxe

Na defesa do cinturão de boxe na categoria de 75 kg, João Victor Falcão, de Goiânia, manteve seu título em um confronto interestadual contra Sivaldo “Formigão”, de Redenção do Pará. Com um nocaute técnico aos 2m24s do combate Falcão manteve o cinturão. 

Laysson “Canhoto”, campeão 71 kg,  enfrentou Lucas “Barrão”, do município de Goianésia, em terceira defesa de seu título. O goiano manteve o cinturão ao  vencer por nocaute no tempo de 46s do 2º round.

Grappiling

Na final do super GP de Grappling Absoluto, Júnior Magal e Kayo Felype se enfrentaram, repetindo o combate que em evento anterior acabou sem vencedor. Desta vez, Júnior Magal venceu no tempo de “morte súbita”, conquistando o cinturão.

Júlia Barros defendeu com sucesso seu cinturão em uma batalha contra Ester Gonçalves, garantindo a vitória no tempo de desempate conhecido na modalidade como “morte súbita”. 

Presenças Ilustres

O evento contou com a presença ilustre de autoridades, incluindo o secretário de esportes do estado de Goiás, Rudson Guerra, Coronel  Edson Raiado e o supercampeão dos pesos pesados Renan “Problema”, vencedor do PFL x Bellator, que esteve em Goiânia e prestigiou o evento local.

CARD PROFISSIONAL COMPLETO 

MMA

DISPUTA DE CINTURÃO 77 KG

▪ 77kg – Rafael “Koncreto” venceu Júnior Santos por KO aos 2’09’’ do 2º round 

DISPUTA DE CINTURÃO 66 KG

▪ João Pedro “Jotapê” venceu Izaías “Tratorzinho” por TKO aos 2’4’’ do 1º round 

▪ 66kg – Daniel Araújo venceu  Mesaque Moreno por KO aos 2’59’’ do 1º round

▪ 75kg – Luiz Henrique venceu  Arlindo Senna por finalização aos 1’13’’ 1º round 

BOXE

DEFESA DE CINTURÃO 71 KG

▪ Laysson “Canhoto” venceu Lucas “Barrão” por KO aos 46’’ do 2º round 

DEFESA DE CINTURÃO 75 KG

▪ João Victor Falcão venceu Sivaldo “Formigão” por TKO aos 2’24 ‘’ do 2º round 

▪ 75kg – Andrey Dias  venceu Jhonatan “Caldazinha” por pontos

▪ 70kg – João Neto “Guatambu”  venceu Tiago “Jones” por pontos

▪ 67kg – Thiago Rodrigues  venceu Lucas Gonçalves por pontos 

FINAL GP GRAPPILING ABSOLUTO – DISPUTA DE CINTURÃO

▪ Júnior Magal venceu Kayo Felype no tempo de desempate: morte súbita 

DESFESA DE CINTURÃO FEMININO GRAPPILING 60 KG

▪ Júlia Barros venceu Ester Gonçalves no tempo de desempate: morte súbita

MMA AMADOR 

▪ 57kg – Andressa “Tratorzinho” venceu Jéssica “Jesse do Guetto” por finalização: armilok aos 55’’ do 3º round 

▪ 61kg –  Carlos “Lero” venceu Williams Faustino por finalização: americana aos 2’45’’ do 2º round 

▪ 70kg – Pedro Victor venceu Massidoni Alves por decisão unânime dos juizes 

▪ 66kg – David Saad venceu Luis Claudio por decisão unânime dos juízes 

▪ 70kg – Reinan “Kingnan” venceu Magno Chagas  por finalização: triângulo aos 37’’ do 2º round

▪ 66kg – Victor Martins venceu Davide Casarano por decisão unânime dos juízes 

▪ 77kg – Nathan Henri venceu Pedro “Havaiano”por decisão unânime dos juízes 

▪ 61kg – Joelton Henrique  venceu Kauan “Lee” por decisão dividida dos juízes 

▪ 57kg – Rodrigo Júnior venceu  por TKO Enzo “O Mito”  aos 1’38’’ do 1º round

▪ 70kg – Henrique Emídio venceu  Isaac Rodrigo por finalização: mata-leão aos 52’’ do 1º round 

▪ 57kg – Carlos Henrique venceu Enzo Gabriel por decisão dividida dos juízes 

Crédito Fotos: Matheus Medeiros 


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *