18 de julho de 2024

PORTAL NOSSO GOIÁS NOTÍCIAS

Portal de Conteúdos e Notícias

Noticia e políticaShows e Eventos

Evento de moda goiano passa por reformulação e traz novo formato intimista

Repaginado, o Mercadinho convida o público a conhecer marcas locais e nacionais de forma exclusiva, em evento com entrada franca

Segundo o relatório anual “Oportunidades para a indústria da moda 2024”, da WGSN, autoridade global em previsão de tendências de consumo, os consumidores do fashion business procuram cada vez mais valor agregado, com pequenos luxos no processo de experiência de compras e busca por relações mais íntimas com suas marcas favoritas. É nesse contexto que o Couture Market, evento goianiense que reúne moda, beleza e lifestyle, se reinventa para trazer ao público ainda mais exclusividade, sem perder a essência de mercadinho mais cool da cidade.
Publicitária atuante na área de eventos há mais de dez anos e idealizadora do projeto, Manoela Moraes explica que, com a mudança de branding e posicionamento, o evento agora será chamado, oficialmente, de Mercadinho. A marca Couture Market seguirá englobando outros produtos relacionados à moda e à comunicação, sendo o evento Mercadinho o seu carro-chefe.
“A mudança do nome foi, inclusive, ditada pelo nosso público, pois ‘Mercadinho mais cool da cidade’ sempre foi o nosso slogan e caiu nas graças de todos. Assim, sentimos a necessidade de tornar essa comunicação do evento mais eficiente e, ao mesmo tempo, abrir portas para pensar novos projetos que sigam costurando um ótimo networking”, conta.
O Mercadinho surgiu em 2023, proveniente de uma demanda para montar um evento de moda voltado ao mercado de luxo. O evento foi recebido com muito sucesso pelos goianienses e chegou a receber personalidades e influencers relevantes na capital goiana. Agora, ele chega com uma experiência ainda mais descolada e sofisticada.


“Estamos seguindo uma tendência de mercado que é diminuir o evento para proporcionar uma experiência única, tanto para clientes quanto para lojistas. Teremos um novo local e queremos oferecer o que há de melhor e mais exclusivo. Somos adeptos do menos é mais, sabendo que a qualidade importa muito mais do que a quantidade”, garante Manoela.

Próximas edições
O próximo Mercadinho acontecerá no início de julho, no Setor Marista, com dez marcas vindas tanto de Goiânia como de São Paulo. Manoela conta que a previsão é realizar ainda outras duas edições no segundo semestre e, assim, seguir contribuindo para o crescimento desse tipo de evento na cidade. “O Mercadinho traz um formato raro de evento de moda na capital goiana, justamente por ser exclusivo, mas com entrada franca e aberto a todo o público. Assim, acredito que ele abre muitas portas e oportunidades para marcas locais, nacionais e até internacionais se conectarem com o público, seja por vendas, collabs, trocas ou parcerias”, reitera a idealizadora do projeto.
Manoela confirma que, no contexto pós-pandemia, o Mercadinho surgiu como uma alternativa aos eventos desse segmento de moda e luxo, que, até hoje, não retomaram o fôlego. “Enxerguei uma brecha de mercado – e, por isso, o diferencial do Mercadinho está em entregar uma experiência próxima com marcas locais e nacionais, em edições espaçadas, mas frequentes, durante todo o ano. Apesar dos desafios, estamos com parceiros novos e ótimas expectativas para 2024”, completa.

Mix inovador
Fora da caixa. Assim é o Mercadinho mais cool da cidade e também a sua fundadora. Formada em Publicidade e Propaganda pela Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP), Manoela Moraes começou sua carreira na marca Tânia Bulhões, conexão que mantém até os dias atuais. São mais de dez anos trabalhando com mais de 50 clientes de variados segmentos por todo o Brasil, de lojas de roupa a material de construção. Seu objetivo com o Mercadinho é promover muito mais do que um evento, entregando um mix inovador que conecta marcas e pessoas com as mesmas paixões.
A sócia e proprietária da Moya Joalheiros, Carina Moya, já participa do Mercadinho desde o ano passado e acredita que o evento fomenta a economia local. “Escolhemos fazer parte desse projeto por acreditar que abrange um público diferente do que frequenta a nossa loja. Está sempre sediado em uma ótima localização, agregando marcas que atraem pessoas dispostas a conhecer e adquirir novas experiências”, diz.
Também já parte do Mercadinho desde sua última edição, a sócia da marca de sapatos Mood, Gabriela Chofakian, acredita no potencial do evento e celebra o sucesso de seu produto entre os goianos. “O Mercadinho é alegre e abraça todos os moods, assim como a nossa marca. Além disso, promove conhecimento de marca, visto que as pessoas podem provar e ver de perto produtos de empresas novas”, afirma.
À frente da marca de vestuário Le Cucchi, que estará pela primeira vez no Mercadinho neste ano, a empresária Renata Cucchi concorda que a iniciativa é muito importante para o cenário econômico local. “É uma forma de atingir públicos de regiões diferentes. Eventos como o Mercadinho são ótimos para o pessoal conhecer, divulgar e valorizar produtos e marcas nacionais, principalmente as que são artesanais, como a nossa”, assegura. A empresária afirma que já queria trazer a Le Cucchi para Goiânia e que a proposta mais intimista do evento é a oportunidade perfeita para trazer mais visibilidade à marca.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *