20 de julho de 2024

PORTAL NOSSO GOIÁS NOTÍCIAS

Portal de Conteúdos e Notícias

Noticia e políticaSaúde e comportamento

Primeira paciente de transplante de pâncreas pelo SUS, em Goiás, recebe alta

Renascimento: após segundo transplante, dona de casa Gabriela Barbosa recebe alta do HGG

A primeira paciente de transplante de pâncreas pelo SUS em Goiás está em casa e aos poucos poderá retomar a rotina normal de vida. Após 43 dias de internação, sendo dois em uma unidade de terapia intensiva (UTI), a dona de casa Gabriela Barbosa Oliveira Silva, 40 anos, recebeu alta na quinta-feira (4/7), cercada de carinho da equipe médica e da filha.

(Foto: SES)

Ela realizou o procedimento no mês de maio, no Hospital Estadual Alberto Rassi (HGG), única unidade estadual autorizada a oferecer o serviço.

Além de uma vitória para Gabriela, o transplante de pâncreas é também um marco, pois foi o primeiro realizado desde a habilitação do HGG pelo Ministério da Saúde, em abril de 2023. “Essa unidade é uma referência e representa um avanço importante para nós”, afirmou o governador Ronaldo Caiado.

Ainda de acordo com o chefe do Executivo, a qualificação da equipe técnica e o investimento na reforma da Central de Transplantes, concluída em 2022, foram fundamentais para a conquista.

PACIENTE

A paciente número um tem diabetes desde os 10 anos de idade. Nesse caso, um novo órgão é indicado para tratar a doença de forma mais eficaz e evitar complicações neurológicas e cardíacas, entre outras. O transporte do pâncreas foi realizado com apoio de uma aeronave do Corpo de Bombeiros de Goiás, já que o doador compatível era do Mato Grosso do Sul.

Gabriela também já passou por transplante renal, em 2017, no próprio HGG. “Eu sou muito grata, porque só quem passa esse sofrimento todos os dias sabe o quanto é dolorido”, comemorou.

SERVIÇOS

O HGG é a única unidade de saúde estadual que realiza transplantes de órgãos. As instalações contam com 32 leitos, sendo 26 para transplantes de rins, fígado, pâncreas e rim-pâncreas, e outros seis para transplante de medula óssea.

Desde a implantação do serviço, em 2017, a unidade realizou 1 mil procedimentos pelo SUS. Na lista estão 940 de rim, 56 de fígado, 3 de medula óssea e um de pâncreas.

Com informações da Secretaria da Saúde de Goiás

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *